Ajuda Humanitária: 200 homens em operação de resgate na Baixada Santista

O Governo de São Paulo mobiliza um total de 210 homens na operação de buscas aos desaparecidos na Baixada Santista. As equipes formadas por policiais civis, militares, técnico-científicos, bombeiros e oficiais da Defesa Civil prestam apoio aos municípios de Guarujá, Santos e São Vicente, que foram fortemente impactados pelas chuvas da madrugada de terça-feira (3). Os trabalhos envolvem resgate, salvamentos e identificação das vítimas.

O balanço mais recente indica que as fortes chuvas que incidiram sobre a região da Baixada Santista na madrugada de terça-feira (3) provocaram, até o momento, 25 mortes e o desaparecimento de 24 pessoas, nos seguintes municípios: Guarujá (20 óbitos e 18 desaparecidos), Santos (3 óbitos e 5 desaparecidos) e São Vicente (2 óbitos e 1 desaparecido).

O número atual de desabrigados é de 151 no Guarujá, 3 em São Vicente, 150 em Santos e 102 em Peruíbe.

Os trabalhos do Corpo de Bombeiros e das Polícia Militar estão concentrados no Morro do Fontana (Santos), no Parque Prainha (São Vicente) e nos morros do Macaco, Cantagalo e Engenho (Guarujá), pontos de deslizamentos com relatos de familiares sobre desaparecimentos de vítimas. As ações na Vila Valença (São Vicente) e morros da Penha e do Tetéu (Santos) foram concluídos.

A Defesa Civil presta apoio nas buscas, com equipes in loco, e ainda realiza contínuo monitoramento por meio do Centro de Gerenciamento de Emergência da Defesa Civil, localizado na capital. O órgão também tem atuado diretamente no encaminhamento das 19,5 toneladas de materiais de ajuda humanitária aos municípios afetados, incluindo colchões, cobertores, cestas básicas, roupas, água sanitária, kits de limpeza, kits de higiene e água potável.

Do total, 15,6 toneladas foram para o depósito do Fundo Social de Santos de onde serão distribuídos, mediante solicitação, às defesas civis municipais; 1 tonelada (colchões) será enviada ao Guarujá; 2,9 toneladas (colchões, cestas básicas, kits de higiene, limpeza e vestuário) a Peruíbe.

O Coordenador Estadual de Proteção e Defesa Civil, Coronel PM Walter Nyakas Junior, e equipe, permanecem na região, em reuniões com o Gabinete de Crise, avaliando as necessidades e a atuação das equipes de salvamento.

No Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, o Governador João Doria homologou sumariamente os decretos municipais de situação de anormalidade do Guarujá (estado de calamidade pública), Santos e São Vicente (situação de emergência). Agora, seguem para a Defesa Civil Nacional para o devido reconhecimento federal.

A Polícia Civil, por meio da Superintendência da Polícia Técnico-Científica, realiza a perícia e identificação das vítimas.

A previsão para esta quinta (5) é de céu nublado com possibilidade de chuva fraca e isolada ao longo do dia. O volume previsto não é significativo, inferior a 10 mm. No entanto, devido ao solo estar bastante encharcado e o acumulado em 72h estar muito elevado, o alerta para risco de deslizamentos permanece vigente.

Defesa Civil do Estado de São Paulo – www.defesacivil.sp.gov.br.

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Deixe uma resposta

© 2019 Diário São Carlos. Todos os direitos reservados.