Mulher é assassinada com facada no pescoço pelo marido

PM

Os policiais militares Ludugerio e Lanceri receberam informações de um motoqueiro que ao passar defronte a casa viu quando uma garota saiu correndo e gritando por socorro. Os militares foram até a casa denunciada e encontraram José Carlos Donizete de Almeida, 60 anos na entrada da moradia e muito e irritado. Ao ser questionado contou que havia desferido golpes de faca contra sua companheira Aparecida de Fátima Poli Gambim de 60 anos. Aparecida estava caída, sem vida e com a faca cravada no peito.

A neta de 9 anos contou que viu os avos discutirem. Ele teria ido ao buteco tomar cerveja e ao ser repreendido, agrediu Aparecida fisicamente com tapas no rosto.

Depois das agressões físicas e verbais, José Carlos foi a cozinha e pegou uma faca. A neta ao presenciar o agressor com a faca na mão e caminhando em direção a sua avó, gritou e foi ameaçada. Diante das ameaças a menina saiu correndo, entrou em seu quarto e quando saiu, viu a avó caída na cozinha em meio a uma poça de sangue e com a faca cravada no peito.

A neta disse ainda que tentou ajudar a avó que gemia muito, tentou retirar a faca, mas não conseguiu, desesperada saiu a rua gritando e foi até a casa de parentes que fica bem próximo.

José Carlos Donizete de Almeida, de 60 anos, foi autuado em flagrante pelo delegado Gilberto de Aquino e recolhido a Lata de Sardinha de São Carlos. No boletim de ocorrência consta que Aparecida vivia com José Carlos há cerca de quatro anos e estavam em processo de separação.

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Deixe uma resposta

© 2019 Diário São Carlos. Todos os direitos reservados.