VEJA O VÍDEO: Polícia Ambiental prende caçadores, armas e caça abatida

Na manhã deste sábado (18), a Polícia Ambiental realizou uma Operação denominada Florestas Mais Seguras, objetivando combater os crimes contra o meio ambiente e outros delitos.

Às 09h30, o sargento Vizotto, os cabos Rico, o Fernando e o soldado Marcus, fizeram a detenção de um motoqueiro, próximo ao córrego do Chibarro em Araraquara/SP, que estava transportando uma espingarda de pressão e uma carabina Rossi calibre 32.

O motoqueiro Carlos Eduardo Freitas de Souza 37 anos, ao ser questionado contou que estava a caminho do sitio São Salvador, no assentamento Bela Vista, onde o proprietário tinha mais armas.

No sitio de Salvador de Oliveira de 78 anos, os policiais ambientais localizaram: 1 espingarda calibre 32 – outra do mesmo calibre desmontada e com a numeração suprimida – munições e cápsulas de vários calibres – 1 armadilha para animal de pequeno porte – 1 tarrafa e uma rede.

A guarnição ao questionar novamente o motoqueiro, ele acabou confirmado que, em sua casa havia mais petrechos relacionados a caça.

Na residência do Carlos, os ambientais encontraram: uma espingarda de pressão, chumbos e uma paca congelada.

Carlos e Salvador foram encaminhados ao Plantão Policial de Araraquara e autuados em flagrante porte ilegal de arma de fogo, posse de munição e crime contra o meio ambiente pela delegada Meirilene de Castro Rodrigues.

A delegada Meirilene arbitrou $ 1.500 de fiança para cada infrator, porem até o fechamento dessa matéria, ambos ainda não tinha bancado a liberdade.

A polícia ambiental elaborou uma auto de infração no valor de $ 500 pelo abate do animal silvestre (paca), que foi encontrada no freezer.

Artigo 29 da Lei nº 9.605/98 – Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida: Pena – detenção de seis meses a um ano, e multa.

Plantão do treis oitão

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Deixe uma resposta

© 2019 Diário São Carlos. Todos os direitos reservados.